26 de junho de 2009

Sou Impaciente





Eu sei que tem dias em que sou impaciente

E no meio da minha impaciência

Blasfemo, e berro com o mundo

Como se ele tivesse culpa

E mudou alguma coisa?

Não mudou...

Mas, eu também sei

Que pode ser diferente

Que posso ao invés de blasfemar

Sorrir, e dizer: “Obrigada meu Deus,por tudo”

E assim tem sido

No meio da impaciência, eu paro!

Respiro e deixo que a alegria

Invada o meu corpo

Que a sensação de vida

Penetre em todos os meus poros

E vou levando...

E nessas horas, me imagino um barco

Indo a um destino certo

Mas sem pressa, a favor do vento

No balanço das ondas

Me sinto uma criança

Que anda descalça, meio saltitante

Com um punhado de balas na mão

E o sorriso estampado

Me sinto leve e livre

Como uma borboleta

Me sinto gente

Gente de verdade

Que deixa os sentimentos à mostra

Que não tem medo de errar

Que não tem medo de chorar

E não tem medo de viver

E de repente, a minha impaciência

Dá lugar a esperança

E a certeza de que nada

É por acaso, e todas as coisas

Tem seu tempo certo de acontecerem

Apenas sorrio...

Nenhum comentário:

esse eu indico

NASA Image of the Day