15 de dezembro de 2007

Sou Fêmea No Cío


Não dá para disfarçar, estou trêmula...
Digo que é frio,
Mas com você, não dá para esconder...
Sou fêmea no cio,
Insaciável de prazer...
Quero amor, quero sexo, quero gozo...
Quero tudo, tudo que com você é bom demais...
Quero este seu corpo gostoso,
Uma, duas, três vezes ou mais...
Deixa-me louca,
Beija minha boca,
Toca meus seios,
Não importa os meios,
Quero sentir você em mim...
Seja macho em desatino,
Arrebata-me num prazer sem fim...
Estou nua...
Pronta para ser sua...
Seduza-me, provoca-me, sufoca-me...
Destrua esta fera louca de prazer...
Viro bicho, sou felina,
Nada tenho de menina...
Quero você daquele jeito,
Que só você também sabe querer...
Despeje em mim o prazer que se fez,
E se puder comece logo...
Quero mais, quero tudo...
Tudo mais uma vez...

Nenhum comentário:

esse eu indico

NASA Image of the Day