15 de dezembro de 2007

Auto-definições


autodefinições
sincera
gosto de pele à mostra. arranco com os dentes toda e qualquer veste das minhas palavras, antes que me saiam da boca.
desconfiada
tenho um pé que não acompanha o restante do corpo.
está sempre atrás.
dramática
já nasci chorando. economizei o tapinha do médico e só parei, inocente e obviamente, com a saída do público.
explosiva
meus sentimentos são elementos químicos em constante reação.
sedenta
como se a necessidade fosse não do corpo, mas da alma.
sensível
coleciono ciscos nos olhos.
há sempre uma lágrima por derramar.
sentimental
há amor demais aqui dentro. por isso tanto me dôo.

Nenhum comentário:

esse eu indico

NASA Image of the Day