26 de fevereiro de 2008

Quando



Quando me tocas meu corpo treme
Em mim toda a prudência adormece
Penso apenas no que vamos fazer
E deixo o amor acontecer...

Beijos molhados, carícias alucinantes
Na cama os lençóis revirados,
Nossos corpos se procuram suados
para satisfazer nosso prazer errante.

O suor quente logo nos banha,
Corpos enlaçados em ebulição
O desejo louco sai das entranhas
E nos entregamos a ardente paixão.

Seu sexo me aquece e me faz estremecer
Palavras confusas são ditas em nosso gemer
Nossa almas nuas gritam como animais no cio
E o nosso gozo corre forte feito um rio.

Nenhum comentário:

esse eu indico

NASA Image of the Day