21 de janeiro de 2008

É nestes dias



É nestes dias, que me questiono e analiso
Se consigo ser, o que quero, e preciso
Tenho, ou não força, e razão,
Para dizer-te sem rodeios, para então
Poderes ter a certeza, para depois,
Caminharmos de mãos dadas, só os dois,
Na estrada que desbravamos, à nossa frente,
Sem muros, nem barreiras, e sem gente
Que nos faça recuar, ou ter receio,
Não haja qualquer forma, qualquer meio,
Que nos faça desistir, do nosso amor.
Esta imensidão, de ternura, e fervor,
Nos envolve, nos abraça, e nos abriga,
Este ardor, que nos mata, nos castiga,
Para lá do entendimento, e da razão.
E neste mar de Amor, nesta fusão,
Que digo outra vez, ao meu sentir
Sem dúvidas, sem receios, de mentir
Como é bom viver…esta paixão.

Nenhum comentário:

esse eu indico

NASA Image of the Day