27 de janeiro de 2008

É manhã



É manhã,
Acordo nua, apenas um fino lençol sobre meu corpo.
Lembranças voltam à minha mente.
Mãos que me acariciavam, lábios que me tocavam a pele.
Uma fresta da janela deixa passar um raio de sol,
Movimento-me na cama, percebo que estou molhada,
Relembro doces momentos de paixão.
Amor de madrugada é bom,
Ainda sinto seu peso sobre mim.
De todas as maneiras que fazemos sinto-me bem
Beijar, morder, apertar, mexer
Beijar, morder, apertar, mexer
Pela fresta entra um ventinho que me provoca um arrepio
Meus seios se intumescem
Sinto tesão.
Sem sair da cama, te chamo e você não está...
Quero sentir tudo de novo, este amor me acalma.
Chamo-te de novo... Amor cadê você?
Estou te esperando, volte e venha me fazer mulher.
Estou pronta para você.
Sinto tesão.
Beijar
Morder
Apertar
Mexer...
Você.

Nenhum comentário:

esse eu indico

NASA Image of the Day